Ferramentas de artigos
Enviar artigo via e-mail (Restrito a usuários cadastrados)
E-mail ao autor (Restrito a usuários cadastrados)

Mulheres e Mães Negras: mobilidade social e estratégias sucessórias em Minas Gerais na segunda metade do século XVIII

Mariana L. R. Dantas

 Exclusivo para assinantes

Resumo


Esse artigo examina a mobilidade social de pessoas de ascendência africana na vila e termo de Sabará, Minas Gerais, no século XVIII, a partir do questionamento da possibilidade de ascenção social disponíveis a mulheres negras e seus descendentes. Através da análise de documentos cartoriais (inventários, testamentos, escrituras de venda, etc.) e documentos da Câmara Municipal de Sabará, esse estudo investiga as oportunidades de sucesso econômico disponíveis às mulheres de cor e os limites da mobilidade social; os efeitos do processo sucessório na transferência de vantagens sócio-econômicas de uma geração para outra; e as estratégias usadas por mulheres negras para garantir que a sucessão de bens pudesse se traduzir em vantagens (e ascensão) sociais para seus filhos.

Palavras-chave


Mulheres Negras; Afro-descendentes; Mobilidade Social; Sucessão de Bens; Sabará, Minas Gerais; Século XVIII