Ferramentas de artigos
Enviar artigo via e-mail (Restrito a usuários cadastrados)
E-mail ao autor (Restrito a usuários cadastrados)

Vale expandido: contrabando negreiro e a construção de uma dinâmica política nacional no Império do Brasil

Tâmis Parron, Alain El Youssef, Bruno Estefanes

Texto completo: PDF

Resumo


O artigo analisa as conexões entre Estado e sociedade no Império do Brasil examinando a correlação, nas décadas de 1830 e 1840, da defesa do contrabando negreiro com a montagem de um quadro político-eleitoral em nível nacional. Em sua primeira parte, revisita estudos clássicos ainda influentes na agenda de pesquisa que abordaram as relações entre Estado e sociedade no Brasil imperial. Na segunda, descreve como a defesa do contrabando negreiro aproximou líderes parlamentares do centro-sul e proprietários da Bacia do Vale do Paraíba. Na terceira, sugere que os mesmos líderes parlamentares construíram um quadro político-eleitoral nacional, com fortes implicações para a feição do Estado durante o Segundo Reinado, mediante a reforma do Código de Processo Criminal. Na última, apresenta a atuação de Honório Hermeto Carneiro Leão, então presidente da província do Rio de Janeiro, na repressão das revoltas de 1842 como um momento crucial que sintetiza os processos examinados no texto.

 


Palavras-chave


tráfico negreiro; política imperial; eleições; Estado; sociedade